Weaving Childhood Networks - European Union
Weaving Childhood Networks - European Union
Doar

PAINELISTAS

Conheça os especialistas que nos acompanharão

Luciana Peker

Luciana Peker

Jornalista especialista em gênero
SABER MAIS
É colunista do Infobae e co-apresentadora do programa Lo Intempestivo do Nacional Rock e coluna de Pasaron Cosas, da Rádio Con Vos. Escreveu por mais de vinte anos no suplemento Las / 12, da Página 12. Também publicou colunas no The New York Times, Washington Post, El País, La Marea, Eldiario.Es, Yo Donna e Anfibia, entre outros meios de comunicação. Ministrou workshops sobre narração de gênero no Festival de Gabo e em diversos encontros. É autora dos livros "Sexteame", amor e sexo na era das mulheres desejantes "; “A revolução das filhas”; “Puta Golosa, por um feminismo de gozo”; "A revolução feminina não foi apenas uma pílula" e "Mulheres ferroviárias, experiências de vida nos trilhos". Ele ganhou o prêmio Lola Mora pelo conjunto de sua obra e menção honrosa no TEA Stimulus Awards.
Matilda Gonzales

Matilda Gonzalez

Advogado, especialista em direitos LGBTI

SABER MAIS
Advogada formada pela Universidad de Los Andes. Mestre em Direito Internacional pela American University, Washington College of Law. Ela trabalhou na Relatoria sobre os Direitos das Pessoas LGBTI da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) como bolsista; na Colômbia Diversa como advogado; no Instituto Colombiano de Bem-Estar Familiar como referência técnica para o enfoque diferencial na Diretoria da Criança e do Adolescente. Escreveu para meios de comunicação como El Espectador, Cromos, Vice, El País Internacional e Open Democracy. Co-criador, juntamente com El Espectador, do canal no YouTube La Prohibida. Coautor do relatório Trans Legal Mapping (Edições 2016, 2017 e 2020) da International Lesbian, Gay, Bissexual, Trans and Intersex Association (ILGA). Ela foi consultora da Organização Nacional das Liberdades Civis (INCLO) e foi Secretária para Mulheres e Igualdade de Gênero do Prefeito de Manizales em 2020.
Patricia Gomez

Patricia Gomez

Cientista política feminista
SABER MAIS
Magister da Universidade Autônoma de Barcelona. Cientista político pela Universidade de Buenos Aires. Professora de graduação e pós-graduação e pesquisadora especializada em gênero e feminismos. Secretária acadêmica do Programa de Atualização Jurídica e de Gênero (UBA) e membro do Observatório de Gênero na Justiça da Cidade Autônoma de Buenos Aires. É cofundadora do Centro Cultural Tierra Violeta e membro da Rede de Politólogos.
Tania Ramirez Hernandez

Tania Ramirez Hernandez

Diretor Executivo da Rede pelos Direitos da Criança no México
SABER MAIS
Bacharel em Letras Hispânicas pela UNAM com mestrado em Projetos Editoriais pela Universidade Autônoma de Madrid e outro em Materialismo Histórico e Teoria Crítica pela Universidade Complutense de Madrid. É doutorado em Linguística e Teoria da Literatura pela Universidade Autônoma de Madrid. Atualmente é Diretora Executiva da Rede pelos Direitos da Criança no México, REDIM, cargo que lhe foi nomeado em maio de 2021. Trabalhou no El Colegio de México como assistente de pesquisa; na Comissão de Direitos Humanos da Cidade do México encarregada da área de Vínculo Social; no CONAPRED como DGA de Articulação, Cultura e Educação, onde também foi responsável pela Presidência de julho a dezembro de 2020. Foi diretora fundadora da carreira “Direitos Humanos e Gestão da Paz” da Universidade do Claustro de Sor Juana.

Ele trabalhou em acampamentos de trabalho comunitário e Tequio em comunidades rurais, bem como em projetos de cuidado ambiental e campanhas de alfabetização por mais de 10 anos. Faz parte da organização HIJOS México (filhas e filhos de desaparecidos, exilados ou assassinados por motivos políticos) desde a sua fundação há 20 anos, bem como do Eureka! Sua carreira inclui participações sobre direitos humanos em seminários nacionais e internacionais; colaborações em rádio, televisão e imprensa. É coautora do livro El México Indignado; Caminhos para a igualdade e como construir a paz no México de hoje? e foi colunista do suplemento DH de Milenio sobre o tema da linguagem e direitos humanos. Participou como júri em festivais de cinema como DOCSDF e Against Silence All Voices. Tem assessorado projetos e comissões de programas de desenvolvimento social.

Ravinas de dora

Ravinas de dora

Socióloga, historiadora feminista, conselheira ad honorem do Presidente da Nação
SABER MAIS
Sociólogo e Doutor em História pela UNICAMP- Brasil, Professor Consultor da Faculdade de Ciências Sociais da UBA, Pesquisador Titular do CONICET e Diretor do CONICET representando as Ciências Sociais e Humanas de maio de 2010 a maio de 2019.
Em 2012 recebeu o reconhecimento internacional Ciência e Mulher: 12 Nomes para Mudar o Mundo, do Centro Nacional de Pesquisa em Evolução Humana - CENIEH - Burgos - Espanha. Em 2014 foi homenageada como Ilustre Cidadã da Cidade de Buenos Aires pelo Legislativo; Em 2015 obteve o Prêmio de Excelência Acadêmica da UBA, em 2016 o Prêmio Konex Humanidades / Estudos de Gênero e o Prêmio Democracia / Pensamento Argentino. Em 2017 recebeu o Prêmio Latino-americano e Caribenho-CLACSO 50 Anos. Foi premiado com o DOUTORADO HONORIS CAUSA nas seguintes Universidades Nacionais: Córdoba, Mar del Plata, Centro de la Pcia, De Buenos Aires e La Plata.
Camila Ollin Pérez

Camila

Jovem estudante, ativista pelo direito à educação

SABER MAIS
Jovem estudante, ativista pelo direito à educação que busca reduzir as desigualdades no país. Com o confinamento que a pandemia COVID-19 representou, pude ver mais claramente que as lacunas de desigualdade se refletiam em uma crise de aprendizagem, evasão escolar em massa e aumento do trabalho infantil, já que o modelo educacional avaliaria as ferramentas e possibilidades do estudante, que se cruza diretamente com seu status socioeconômico. Por isso, aos 17 anos decidi fundar o coletivo #evaluaciónjusta que buscava o credenciamento universal para meninas, meninos e adolescentes estudantes da República Mexicana, com a participação ativa de estudantes para transformar o sistema educacional. Em agosto de 2020, o SEP anunciou o credenciamento universal para alunos da educação básica. O coletivo #evaluaciónjusta, continuamos buscando o diálogo direto com o Ministério da Educação Pública.
Ele trabalhou em acampamentos de trabalho comunitário e Tequio em comunidades rurais, bem como em projetos de cuidado ambiental e campanhas de alfabetização por mais de 10 anos. Faz parte da organização HIJOS México (filhas e filhos de desaparecidos, exilados ou assassinados por motivos políticos) desde a sua fundação há 20 anos, bem como do Eureka! Sua carreira inclui participações sobre direitos humanos em seminários nacionais e internacionais; colaborações em rádio, televisão e imprensa. É coautora do livro El México Indignado; Caminhos para a igualdade e como construir a paz no México de hoje? e foi colunista do suplemento DH de Milenio sobre o tema da linguagem e direitos humanos. Participou como júri em festivais de cinema como DOCSDF e Against Silence All Voices. Tem assessorado projetos e comissões de programas de desenvolvimento social.
Federico Grasso

Frederick

Ativista. Militante da comunidade LGBT
SABER MAIS
Federico Grasso, 18 anos. Moreno, Buenos Aires. Ativista pelos direitos das meninas, meninos e adolescentes. Militante da comunidade LGBT com uma perspectiva abolicionista de gênero e prostituição.
Johanna patino

Jhoana Patiño

Professora, pesquisadora, poetisa e ativista feminista

SABER MAIS
Professora, pesquisadora, poetisa e ativista feminista. Atualmente é pesquisadora associada do MINCIENCIAS. Ela trabalha no Centro de Estudos Avançados da Infância e da Juventude. É membro da Missão dos Reis Magos em Caldas e coordenadora da Rede de Escritores de Caldas.
Nadia victoria rivera

Nadia victoria rivera

Conselheira da Save the Children para questões de igualdade de gênero, feminista antimilitarista
SABER MAIS
É assessora temática sobre Igualdade de Gênero da Save the Children Colombia, feminista antimilitarista. Ela trabalha há mais de 7 anos em questões relacionadas à infância, igualdade de gênero, direitos sexuais e direitos reprodutivos no campo da proteção infantil e na formulação de diretrizes e políticas públicas para enfrentar todas as formas de violência contra mulheres e meninas. . Nessa carreira, uma de suas especialidades foi o enfrentamento da violência contra crianças e adolescentes em contextos de crise e conflito. Sua luta centra-se na eliminação de todas as formas de violência nos ambientes onde ocorre a vida de crianças, adolescentes e mulheres.

Da mesma forma, teve a oportunidade de aprender e participar de experiências internacionais no contexto africano, em relação aos fenômenos migratórios e à violência sexual com ênfase na Exploração Sexual, em contextos humanitários e de desenvolvimento.

Karol Liseth Giraldo Leon

Karlis

Colaborador da Save the Children em projetos para meninas e jovens
SABER MAIS
Olá, tenho 15 anos, moro em Arauca e há cerca de 3 anos estou nos processos de Salvar as crianças, todos esses projetos me ajudaram a fortalecer meu projeto de vida, estou cada vez mais grata que esses projetos ajudem meninas e jovens pessoas e para que sua voz seja forte e ouvida.
Marcela Henao Alvarez

Marcela Henao Alvarez

Assessor nacional de gênero no Plano Fundación
SABER MAIS
Assessor nacional de gênero no Plano Fundación. Acompanhar mulheres adolescentes e moças no fortalecimento de sua liderança e autonomia. Feminista, praticante e professora de técnicas corporais de bem-estar e gestão emocional. Psicóloga, magistrada em política social, aprendiz do Tao da saúde da mulher.
Nora Schulman

Nora Schulman

Diretor Executivo da CASACIDN
SABER MAIS
É Graduada em Serviço Social, pela Faculdade de Direitos e Ciências Sociais da UBA, Ex-Secretária Acadêmica da carreira de Serviço Social da UBA, Diretora Executiva do CASACIDN (Comitê Argentino de Acompanhamento e Aplicação do CDN), Coord . Acadêmico do Curso Virtual “Sistemas de Proteção Integral dos Direitos da Criança e da Menina. Passeios e Perspectivas do Estado e da Sociedade Civil ”, CASACIDN.-Univ. Nacional de Córdoba.
Coordenador Geral do Projeto “Estratégia Regional de Enfrentamento ao Tráfico de Crianças para Exploração Sexual no Mercosul” CASACIDN-BID. Autor de diversos artigos, entre os quais se destaca o caso CASACIDN como demandante no processo contra Grassi ”em Acesso à Justiça para crianças vítimas. Redator da Lei nº 6.915 sobre "Proteção Integral dos Direitos da Criança e do Adolescente" da província de Santiago del Estero. Coord. Acadêmico em "Sistemas de Proteção na Província de La Pampa". Docente do Curso de Pós-Graduação em "Mestrado em Infância e Instituições", da Universidade Nac. De Mar del Plata. Representante da CASACIDN perante a International Network Weaving Child Networks. Co-candidatos a projetos da UE.
Ophelia Fernandez

Ophelia Fernandez

Militante feminista. Legislador da CABA pela Frente de Todes. Referência da Frente Patria Grande

SABER MAIS
Militante feminista. Legislador da CABA pela Frente de Todes. Referência da Frente Patria Grande.
Valentina Avila

Valentina

Aluna. Atleta em Ginástica Artística. Campeã nacional argentina
SABER MAIS
Aluna. Atleta em Ginástica Artística. Campeã Nacional da Argentina.
Enrique Stola

Enrique Stola

Psiquiatra. Especialista em violência de gênero e masculinidades
SABER MAIS
Feminista. Psiquiatra. Especialista em Psicologia Clínica. Especialista em Metodologia de Pesquisa Científica. Magister in Psychoneuroendocrinology. Psicodramatista. Especialista em Violência de Gênero, Abuso Sexual contra Crianças e Masculinidades. Membro da Associação de Psiquiatras Argentinos (APSA).
Pauline Ochoa Leon

Pauline Ochoa Leon

Doutorado em antropologia social
SABER MAIS
Sou doutor em antropologia social. Minha vida profissional tem girado em torno da compreensão da interseção entre migração, conflito armado e vida cotidiana, principalmente a partir da experiência de meninas e mulheres.
Citlalli Maria

Citlali Maria

Código F

SABER MAIS

Olá, sou Citlalli, tenho 11 anos, sou de Chiapas e sou da linhagem Tzotzil. Estou no Código F há 2 anos, participei de vários eventos e tenho experiência. Além disso, estou muito, muito animado para discutir os problemas da montagem do SEINNAC. Vejo você no dia 28 de maio.

Angelica Cuenca Gomez

Angelica Cuenca Gomez

Administrador de Instituições de Serviço e Mestre em Desenvolvimento Infantil da Universidad de la Sabana
SABER MAIS
Angélica Cuenca Gómez é colombiana, natural de Bogotá, administradora de instituições de serviço e magistrada em desenvolvimento infantil pela Universidad de la Sabana. Tem mais de 10 anos de experiência
atuando em programas e projetos sociais voltados especialmente para o público infantil. Por 6 anos esteve vinculada a entidades governamentais nacionais como o Instituto Colombiano de Bem-Estar Familiar e o Ministério da Cultura; Lá participou da formulação e implementação de políticas públicas voltadas para a Primeira Infância, Infância, Adolescência e Família.

Desde 2021 ela desempenha a função de Secretária Executiva da Aliança pela Criança Colombiana.

Maria elena naddeo

Maria elena naddeo

Professora, ativista feminista com especialização em políticas sociais
SABER MAIS
María Elena Naddeo, professora, ativista feminista, bacharel em História, especializada em gênero e políticas sociais. Lecionou nos níveis intermediário e superior em diversos estabelecimentos de ensino, concluiu a pós-graduação em mulheres na Faculdade de Psicologia da UBA e diversos cursos na FLACSO e CLACSO. Foi Secretária Geral da Associação de Professores do Ensino Secundário e Superior, ADEMYS. Foi legisladora municipal em três mandatos parlamentares, nessa qualidade promoveu a lei da protecção integral da infância, número 114, bem como a lei da saúde sexual e reprodutiva e a lei da Igualdade entre Homens e Mulheres. Em 2000 criou o Conselho dos Direitos da Criança, Criança e Adolescente da Cidade de Buenos Aires e diversos mecanismos de proteção de direitos, cargo que ocupou até 2007. Atualmente, é chefe da área de Infância, Adolescência e Gênero da Ouvidoria e copresidente da Assembleia Permanente para os direitos humanos. A APIABA é membro da Assembleia da Criança e do Adolescente da Cidade de Buenos Aires e da Rede Latino-americana contra a violência de gênero.
Yésica Sánchez Maya

Yésica Sánchez Maya

Advogada, feminista e defensora dos direitos humanos
SABER MAIS
É uma das fundadoras da Iniciativa Mesoamericana de Defensores de Direitos Humanos e da Rede Nacional de Defensores do México, membro do Observatório Nacional do Femicídio Cidadão, faz parte do Espaço das Organizações Civis do estado de Oaxaca. Ela foi presidente de Limeddh-Oaxaca de abril de 2003 a agosto de 2008.

Ela acompanhou vários defensores em risco por seu trabalho, bem como vítimas de violações de direitos humanos: tortura, detenção arbitrária, desaparecimento forçado, violência política, feminicídio e violência feminicida. Foi coordenadora de diversos relatórios e casos enviados às Nações Unidas e à OEA. Atualmente faz parte da equipe de gestão do Consorcio Oaxaca, participou da recente sessão do Comitê de Direitos Humanos das Nações Unidas, em conjunto com a PBI.

Suri Sastoque

Suri

Delegado nacional dos gerentes de paz de Potosí
SABER MAIS
Eu tenho 14 Eu sou um delegado nacional dos gerentes de paz de Potosí. Gosto de desenhar e quando crescer quero ser psicóloga e ilustradora.
Yasmira Blanco Gulfo

Yasmira

Aluno e ativista pela igualdade de gênero
SABER MAIS
Sou de Cartagena-Bolívar, tenho 19 anos e estudo Direito, adoro e sou apaixonada por todas as questões relacionadas com a igualdade de gênero, a importância da mulher e o empoderamento feminino porque considero que são as bases para criar uma vida mais inclusiva sociedade, equitativa e igualitária.
Marisa Graham

Marisa Graham

Advogada, defensora dos Direitos da Criança, Meninos e Adolescentes
SABER MAIS
Marisa Graham é advogada de direito da família. Professor adjunto da graduação e pós-graduação em direito da família e da criança da Faculdade de Direito da Universidade de Buenos Aires; professora pós-graduada da Faculdade de Ciências Sociais da mesma Universidade e Diretora do Diploma de pós-graduação “Direitos da criança e do adolescente em contextos sociais, políticos e culturais”. Foi assessora da Comissão de Direitos Humanos e Tratado de Integração da Convenção Constitucional em 1994; e ocupou diversos cargos relacionados com o assunto na Província de Buenos Aires, na Cidade Autônoma de Buenos Aires e na Nação. Atualmente é Defensora dos Direitos das Meninas, Meninos e Adolescentes.
Yasmira Blanco Gulfo

Carla Rios

Mulher, jovem, defensora dos direitos humanos e membro do espaço livre independente Marabunta

SABER MAIS
Em 2020 conquistou o terceiro lugar no Prêmio Juventude na categoria Promotores e Defensores dos Direitos Humanos do CDMX. Durante a cerimônia de premiação, Carla fez um apelo por justiça para Nadia Vera, Mile Martín, Alejandra Negrete, Yesenia Quiroz e Rubén Espinosa assassinados no bairro de Narvarte na Cidade do México em 2015.
A Brigada Marabunta é um grupo voltado para a defesa dos direitos humanos durante os protestos sociais no México.
Suri Sastoque

Gloria Careaga

Coordenador Geral da Fundação Arco-Íris
SABER MAIS
Ele completou seus estudos de graduação em Psicologia no Instituto Tecnológico de Estudios Superiores de Occidente e um mestrado em Psicologia Social na Universidade Nacional Autônoma do México. De 1992 a 2004, ela atuou como Secretária Acadêmica do Programa Universitário de Estudos de Gênero da UNAM. Entre as iniciativas ali desenvolvidas, além da incorporação do gênero no desenvolvimento do conhecimento e nas políticas públicas, promoveu a área de Estudos sobre Diversidade Sexual e uma nova perspectiva para a análise da masculinidade.
Em 2005 foi professora visitante na Universidade Nacional da Costa Rica e em 2007 fez estágio no Sexuality Policy Watch no Rio de Janeiro, Brasil.

Tem formado equipes de treinamento e conscientização em aspectos como: Relações de gênero; Políticas públicas; Cidadania; Capacitação e liderança; Diversidade Sexual, dirigida a funcionários públicos de diversos órgãos governamentais, Ministério da Saúde, CONAPO, Ministério da Segurança, entre outros.
A sua experiência internacional é muito vasta, participou em diferentes Conferências das Nações Unidas e faz parte do comité científico das Conferências Internacionais de SIDA. Atualmente é Coordenadora Geral da Fundação Arcoíris pelo Respeito à Diversidade Sexual, foi Co-Secretária Geral da ILGA, é membro do comitê gestor do Observatório de Sexualidade e Política (SPW), e faz parte da Global Coalition of Mulheres e AIDS.
Publicou diversos artigos em revistas especializadas, capítulos de livros e coordenou diversas antologias, entre elas podemos citar: Debates sobre Masculinidades, Poder, Desenvolvimento, Políticas Públicas e Cidadania; Sexualidades diversas, abordagens para sua análise; Orientação sexual na luta das mulheres; Poderes questionados: sexismo e racismo na América Latina; Coordena o Encontro Bianual de Estudos em Sexualidade e Sociedade na América Latina e Caribe. E atualmente leciona o curso de Sexualidade e Gênero na Faculdade de Psicologia, além de participar da educação e capacitação de funcionários e funcionários públicos em direitos humanos e sexualidades dissidentes. Coordenador Geral da Fundação Arcoíris.

Yasmira Blanco Gulfo

Isabel Erreguerena

Codiretor da Equis Justicia para las Mujeres
SABER MAIS
Codiretora da Equis Justicia para las Mujeres, uma organização voltada para a promoção do acesso abrangente à justiça para todas as mulheres.

É formada em Direito, com menção honrosa pelo Instituto Tecnológico Autónomo de México. Ele tem mestrado em Direito Internacional com especialização em Direitos Humanos pelo Washington College of Law da American University. Ele completou o Doutorado (Ph.D.) em Antropologia Social pela Universidad Iberoamericana.

Trabalhou em várias instituições da administração pública, como o Instituto Nacional de Acesso à Informação, a Comissão Nacional de Direitos Humanos e a Missão Permanente do México junto às Nações Unidas. Tem trabalhado como pesquisadora em projetos relacionados à avaliação da Comissão Nacional de Direitos Humanos. Ela também foi professora de Direito Internacional Público e Direitos Humanos na Faculdade de Direito da Universidade La Salle e na Escola de Direito da Universidade Anáhuac na Cidade do México.

Suri Sastoque

Leticia Bonifaz Alfonzo

Advogado mexicano, especialista em direitos humanos, igualdade de gênero, aplicação da lei, técnica legislativa, grupos indígenas e direito alternativo
SABER MAIS
Desde novembro de 2020, ela é especialista no Comitê para a Eliminação da Discriminação contra as Mulheres. É formada e doutora em Direito pela UNAM, onde é professora há 30 anos. Ela foi diretora da Divisão de Estudos Jurídicos do Centro de Pesquisa e Ensino Econômico. Ela foi bolsista do governo italiano para realizar pesquisa de pós-doutorado na Universidade de Bolonha.

Em outubro de 1994, ele representou o México na Conferência Internacional para a assinatura do Tratado de Direito de Marcas em Genebra, Suíça.
Como funcionária pública, foi diretora da Escola Judiciária da Justiça Eleitoral do Poder Judiciário Federal, diretora-geral de Estudos, Promoção e Desenvolvimento dos Direitos Humanos do Supremo Tribunal de Justiça da Nação e Conselheira Jurídica e Assessoria Jurídica no Governo do Distrito Federal, onde foi peça-chave no processo de descriminalização do aborto na Cidade do México em 2007. Ela também foi consultora do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento.

Em novembro de 2020, o Ministério das Relações Exteriores a promoveu como candidata a integrar o Comitê para a Eliminação da Discriminação contra a Mulher, foi eleita uma das 11 novas peritas para o período 2021-2024. Ele é colunista do jornal El Universal. Em 10 de dezembro de 2020, foi agraciado com a Medalha Fray Bartolomé de Las Casas da Câmara Municipal de San Cristóbal de las Casas, por seu destacado trabalho em prol dos Direitos Humanos.

Yasmira Blanco Gulfo

Marta Clara Ferreyra Beltrán

Diretor Geral de Autonomia e Empoderamento para a Igualdade Substantiva do INMUJERES

SABER MAIS
Seu último cargo foi como Diretora do Programa de Cultura e Não Discriminação do Conselho Nacional de Prevenção à Discriminação (CONAPRED). É licenciada em História e mestre em Estudos Políticos pela UNAM. Atuou como Coordenadora da Unidade de Gênero da Coordenação de Difusão Cultural da UNAM; Secretário para a Igualdade de Gênero do Programa Universitário de Estudos de Gênero e como Secretário para a Igualdade do Centro de Pesquisas e Estudos de Gênero (CIEG) da UNAM. Além disso, foi vice-diretora da Revista Feminista de Debates (2012-2015).

Atuou como professora na graduação da disciplina Políticas Públicas e Gênero, na Faculdade de Ciências Políticas e Sociais da UNAM. Entre suas publicações estão: “Cuidado: uma questão de direitos humanos e políticas públicas” (ONU-Mulheres); “Manual sobre Paridade: Paridade, um Novo Paradigma para a Ação Política Feminina” (Instituto Simone de Beauvior); e "Um olhar de dentro", na Revista Interdisciplinar de Estudos de Gênero do El Colegio de México, entre outros.

Suri Sastoque

Rachel Ramirez Salgado

Professora, oficina e conferencista sobre o tema dos direitos humanos, a perspectiva feminista de gênero e os meios de comunicação
SABER MAIS
Graduado e Mestre em Comunicação pela Faculdade de Ciências Políticas e Sociais da Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM) e Doutor pela mesma instituição em Ciências Políticas e Sociais. É licenciada em Jornalismo Preventivo pela Universidade Complutense de Madrid e tem especialização em Estudos de Inclusão, Interseccionalidade e Equidade, pela Universidade Livre de Berlim, instituição onde realizou um projeto de investigação entre 2016 e 2017.

Por 16 anos, ela foi professora, líder de workshop e palestrante sobre o tema dos direitos humanos, a perspectiva feminista de gênero e a mídia. Ele fez uma estadia de pesquisa na Universidade Livre de Berlim durante o semestre de inverno 2016-2017. Atualmente é consultora de gênero para a Wikimedia México, além de professora no Museo Memoria y Tolerancia e na Universidad Iberoamericana. É a idealizadora e coordenadora dos projetos “Escola Feminista de Comunicação”, com o apoio do Centro Cultural da Espanha no México, e também colaboradora do Mecanismo de Proteção Integral de Defensores e Jornalistas dos Direitos Humanos da Cidade do México (em área de Gênero e Comunicação) e diversos meios de comunicação como a Revista da Universidade do México, a revista Chilango e outros. Como assessora, tem participado em projetos de regulamentação e consultoria sobre igualdade de gênero em instituições como o Instituto Nacional da Mulher de seu país, o Instituto Eleitoral Federal e o Instituto de Administração Pública do Estado de Hidalgo.

Angie paola

Angie paola

Jovem líder, com poderes

SABER MAIS

Eu sou Angie Paola, tenho 16 anos e estou no 11º ano.

Sou uma jovem líder com poder que não cala face às injustiças, não tenho medo de levantar a voz para fazer valer os nossos direitos, sou defensora e porta-voz das crianças e jovens, ela me considerava feminista.

Participo de projetos com a Fundación Plan desde 2019 entre eles; comunidades pela paz, sementes transformadoras, minha voz minha agência do programa liderando pela paz, mulheres na nuvem.